Todos os dias, das 06h às 20h50 | Av. T-01, 2139, St. Bueno, Goiânia – GO.

(62) 9 9819-9933 | (62) 3661-5051

Sanduíche: a Paixão Goiana

São Paulo tem a pizza e a coxinha. Curitiba, os tradicionais cachorros quentes, com uma ou duas vinas (como são chamadas as salsichas). Já em Goiânia, os pit-dogs, quiosques montados em praças que fazem sanduíches preparados na hora, são um dos principais símbolos da culinária de rua. Há mais de 50 anos, os lanches feitos nesses locais, que em outros estados são chamados de trailers, ganharam o coração da população por serem um jeito rápido, barato e delicioso de se matar a fome, principalmente durante a noite. Com tamanha tradição, o prato foi se reinventando e até mesmo se sofisticando, abrindo espaço para o surgimento de hamburguerias, com suas opções gourmets, tudo para agradar a clientes cada vez mais exigentes.

A origem do pit-dog ainda é objeto de estudo até mesmo para o sindicato que representa esse tipo de estabelecimento.

“Estamos pesquisando toda história, mas os donos mais antigos de pit-dogs relatam que tudo começou com uma corrida de carros que teve em Goiânia nos anos 60. Um pessoal de fora da cidade veio, montou algumas barraquinhas de sanduíche e fizeram sucesso”, conta o presidente do Sindicato dos Proprietários de Pit-dog em Goiânia (Sindpit-dog), Ademildo Pereira Godoy. Depois que o evento acabou e as barracas foram desmontadas, comerciantes locais aproveitaram a ideia para montar seus próprios estabelecimentos e conquistar a clientela.

Desde então, os sanduíches de rua viraram uma tradição gastronômica para os goianienses. Prova dessa paixão é o grande número de lanches vendidos diariamente. De acordo com o sindicato, atualmente existem 800 pit-dogs e sanduicherias em Goiânia, que vendem de 100 a até mil sanduíches por dia, cada.

“Eu não sei dizer o que atrai tanto. Cada lugar tem sua tradição de comida e em Goiânia foi o sanduíche”, disse o dono do Xodog Burguer, Cleuber Francisco Mariano. Já para o eletricista Jairo Montes Camargo, a explicação é simples e direta: “É um lanche rápido, barato e que tem diversas opções, você pode montar ele praticamente com os ingredientes que quiser, pedir para tirar algo, trocar por outro”.

Com o objetivo de agradar os mais variados paladares, os pit-dogs inovam os cardápios com incontáveis receitas. “Tem estabelecimento que tem sanduíche com 14 itens. Para a época da Quaresma, tem lugar que faz sanduiche com peixe. Fora os que preferem algo mais saudável, estão de dieta. Para esses, tem os de peito de frango feitos com pão sírio, que é bem light”, disse Ademildo.

Porém, nos últimos cinco anos, a paixão por sanduíches em Goiânia foi ganhando novos contornos. “Os donos dos pit-dogs perceberam que parte da clientela estava buscando mais conforto e segurança, coisas que os estabelecimentos montados na rua não tinham como oferecer. Então, alguns locais se transformaram em lojas, com estacionamento, local fechado, tudo para atender clientes mais exigentes, da classe A”, conta o presidente do Sindpit-dog.

Ao mesmo tempo, começaram a surgir na capital as hamburguerias, com sanduíches mais elaborados, usando ingredientes selecionados, tudo para agradar o novo público. O objetivo é proporcionar ao cliente o prazer não só pela comida, mas também pelo ambiente.

Na Padoca não é diferente, temos também essa delicia no nosso cardápio, agradando todo o público com um tempero especial e ambiente super agradável para as mordidas lambuzadas dos clientes.

logo wordpress final negativo
Todos os dias, das 06h às 20h50
(62) 9 9819-9933 z (62) 3361-5051
contato@padocacasadepaes.com.br
Av. T-01, 2139, St. Bueno, Goiânia – GO